segunda-feira, 5 de junho de 2017

A GRAÇA DE DEUS!

                                             O perigo da graça – Texto Básico: Amós 3:2
                                             No mundo inteiro, vocês são o único povo que eu escolhi para ser meu. Por isso, tenho de castigá-los por causa de todos os pecados que vocês cometeram.


O que é a graça?

A palavra grega “charis” aparece no original grego (NT) 155 vezes e é geralmente traduzida como “graça” em nossa Bíblia. A graça significa a manifestação do amor de Deus na vida do ser humano de uma forma imerecida, como algo que ele não pode reivindicar. Este amor é incondicional e se manifesta graciosamente através do perdão imerecido, espontâneo e eterno. A graça é a negação do nosso esforço com relação a algo que não merecemos e recebemos. A graça é um sinal claro da redenção de Deus.

Somente conhecendo o que é a graça e como ela se manifesta e se aplica à nossa vida, é que podemos ter a certeza de estarmos no centro da vontade de Deus. Todos os nossos pensamentos, palavras e atitudes devem passar pela “peneira da graça”. Também as nossas orações, nossos planos, nossa vontade devem ser vistos à luz da graça de Deus. O objetivo maior da graça não é satisfazer a nossa vontade, mas glorificar a Deus através da implementação da sua vontade na nossa vida e no mundo (Seja feita a vossa vontade...). Estar na graça é viver entregue completamente à vontade de Deus.

Graça no livro de Atos

            No livro de Atos, graça é aquele poder que flui da parte de Deus ou do Cristo exaltado, e acompanha a atividade dos apóstolos, dando sucesso à missão deles (Atos 6:8; 11:23; 14:26; 15:40; 18:27). Graça também é identificada com o Evangelho (Atos 13:43; 14:3; 20:24). É a graça que capacita os homens a crerem (Atos 18:27). A Palavra da graça é aquela que edifica os crentes (Atos 20:32). A iniciativa de Deus é o fator decisivo.

A aplicação da graça

  1. A atitude de Deus ou sua disposição de amar o pecador (Gênesis 6:8; Lucas 1:28).
  2. Quando Deus faz algo de bom pelo pecador (Efésios 2:8,9; Romanos 3:24ss).
  3. Os efeitos ou frutos da graça dada ao crente são também chamados de graça (2 Coríntios 8:1,19; Atos 11:23).

Os contrastes da graça

  1. A graça se diferencia da Lei em sua origem e natureza (João 1:17; Romanos 6:14).
  2. A graça se contrasta com o pecado em seu domínio (Romanos 5:21; 1 Coríntios 15:35;57).
  3. A graça se contrasta com as obras na salvação dos pecadores (Efésios 2:8,9).
  4. A graça de contrasta com a dívida quanto a causa da salvação (Romanos 4:4,5). Não existe graça onde o homem recebe por causa do que merece e ganha (Gálatas 3:11).

A graça na Trindade


  1. O Pai é a fonte de toda graça (1 Coríntios 15:10; 2 Coríntios 9:8; Efésios 1:2).
  2. O Filho é o canal da graça (Romanos 3:24; 5:17; 2 Coríntios 8:9).
  3. O Espírito Santo é o administrador da graça (Atos 1:5-8; 4:31; Romanos 15:13; 1 Coríntios 12:3; 1 Tessalonicenses 1:5; 1 Pedro 1:12).

Os objetivos da graça


  1. Glorificar a Deus (1 Coríntios 10:31).
  2. Manifestar gratuitamente ao mundo o amor de Deus em face da pecaminosidade humana e a sua incapacidade de redimir-se por si só (Romanos 3:23ss).
  3. Salvar o pecador e reconciliá-lo com Deus (Romanos 5:11; 11:15; 2 Coríntios 5:18,19).
  4. Revelar ao homem a vontade de Deus, quer seja pela manifestação do Espírito Santo, pelo próprio Jesus na sua encarnação, vida e paixão e, agora, através da sua Palavra (Hebreus 1:1-4).
  5. Transformar o caráter do ser humano a fim de torná-lo à imagem de Deus em seu Filho, Jesus Cristo (Lucas 2:52; Romanos 8:28,29; 2 Coríntios 3:18; ), operando nele a regeneração e a santificação. Essa transformação é efetivada pelo Espírito Santo. Todos nós nos esforçamos inutilmente para alcançar a espiritualidade, mas ela não é fruto do nosso esforço, mas tão somente da graça de Deus. “Espiritualidade é esperar o bem das piores pessoas.”
  6. Levar o crente convertido a produzir frutos de justiça, através das boas obras e da prática dos dons espirituais, do fruto do Espírito e do serviço cristão (Efésios 2:8-10; 2 Coríntios 9:10; Gálatas 5:22).
  7. Efetivar a comunhão cristã e a prática do amor fraternal (Atos 2:42-47; Romanos 12:10; 14:15; 1 Tessalonicenses 4:9).
  8. Tornar o crente gracioso e misericordioso para com o seu próximo (Lucas 6:36;).
  9. Presentear o crente com as bênçãos imerecidas do Senhor (Tiago 1:17; Efésios 1:3).
  10. Revesti-lo de poder para estar firme diante das adversidades da vida e para realizar a obra de Deus, especialmente a de pregar o Evangelho (Atos 1:8).

Perigos da graça (causados por sua má compreensão)

1º perigo: concepção errada da manifestação da graça na vida do crente:

  1. Práticas legalistas.
  2. Espiritualidade meramente litúrgica.
  3. Ativismo religioso.
  4. Manifestação do dom de línguas.

2º perigo: uso indevido da graça de Deus:

  1. Imunidade contra o pecado.
  2. Vida isenta de sofrimento.
  3. Comodismo.
  4. Abuso da autoridade de Deus.
  5. Vida religiosa hipócrita.
  6. Uso indevido das Escrituras.

Como permanecer na graça de Deus

  1. Nascendo de novo (João 3:3).
  2. Sendo humildes (Tiago 4:6,10; 1 Pedro 5:6).
  3. Conhecendo, estudando, observando e obedecendo aos seus mandamentos, contidos na sua Palavra (Colossenses 3:16).
  4. Tendo uma visão correta do seu Reino (Romanos 14:17; 1 Coríntios 6:9).
  5. Santificando-se (1 Pedro 1:16; 3:15).
  6. Sendo um instrumento do Espírito Santo (ver dons espirituais).
  7. Reconhecendo a nossa dependência de Deus e a sua soberana vontade sobre nós (Mateus 6:10; Atos 21:14; Tiago 4:11-17; compare: Salmo 37:4 com Salmo 40:8).
Textos para leitura:

Deuteronômio 7:1-11; Salmo 50; Lucas 12:35-48; Hebreus 12:14-17; Amós 4:4-13; Gálatas 6:6-10; Amós 9.


Oração: Deus obrigado pois o Senhor nos trouxe a salvação por meio da graça, e hoje posso ter meu nome escrito no livro da vida graças ao sacrifício de Jesus na cruz. Sei que não há nada que eu possa fazer para retribuir ao Senhor por tão grande coisa. Mas o mínimo que eu devo fazer é obedecer ao Senhor, seguir suas recomendações e permanecer fiel à Sua vontade. Obrigado Senhor. Em nome de Jesus. Amém.



quarta-feira, 10 de maio de 2017

SALMOS 91 É O MAIS PODEROSO ESCUDO DE PROTEÇÃO QUE EXISTE!

Este Salmo é um dos mais destacados capítulos da Bíblia. Muitos o conhecem de cor. Mas precisa ser interpretado do ponto de vista espiritual, para se atingir seu verdadeiro significado. Encare-o como uma das mais belas e envolventes orações da Bíblia. Pessoas em todo o mundo o encaram como uma grande oração para proteção. Meditemos neste Salmos em detalhes, detendo-nos no significado profundo de cada versículo.

Versículo 1: “O que habita no esconderijo do altíssimo repousará à sombra do onipotente”:

O lugar secreto é sua própria mente, onde você caminha e fala com a Presença e Poder Infinitos dentro de si. É seu Eu Superior o Espírito Vivo, ou Deus, dentro de você. É chamado de lugar secreto porque ninguém sabe o que você está pensando ou em que medita. Refugie-se com frequência no pensamento e contemple a Presença de Deus dentro de você. Fazendo isto várias vezes ao dia, diz-se que você habita no lugar secreto. Repousar à sombra do Onipotente significa viver sob a ofuscante Presença de Deus e ser por Ela protegido. A palavra sombra é uma expressão oriental que indica segurança. A palavra Onipotente significa que esta Presença que existe dentro de você é Toda-Poderosa. Nada a Ela se opõe nem A desafia, e quando você se une a Deus, dá-se conta de que para Deus tudo é possível. Todas as bênçãos da vida se destinam àqueles que têm por hábito alinhar-se com o Infinito, pedindo paz, harmonia, diretrizes e toda sua fidelidade, lealdade e devoção ao Deus Vivo que existe dentro de você, e todas as maravilhas acontecerão em sua vida.
Versículo 2: “Direi sobre o Senhor: ele é meu refúgio e minha fortaleza; é meu Deus, nele confiarei”:
O Senhor significa EU SOU, ou a Presença de Deus dentro de você. Quando era criança, você confiava em sua mãe, olhando dentro de seus olhos, lá havia amor. Deposite sua confiança no oceano infinito de amor, que é Deus, dentro de você. É o seu Eu Superior, puro Espírito. Ao afirmar a verdade deste segundo versículo, o escudo invisível de Deus o envolve, tornando-o impermeável a qualquer mal. Confie no Infinito, sem se preocupar com as aparências, e encontrará o caminho, a saída. Afirme com confiança: “Deus se preocupa comigo, Ele conhece e me revela a resposta.” Você deve, então, depositar sua confiança no amor de Deus, em vez do perigo ou dificuldade iminente.

Versículo 3 e 4: “Certamente ele o livrará da armadilha do caçador de pássaros, e da peste perniciosa. Ele o cobrirá com suas penas, e sob suas asas estará seguro, pois sua verdade será escudo e defesa”:

Esses versículos são bem explícitos e demonstram que você está protegido de qualquer doença contagiosa, infecciosa ou epidêmica, além dos venenos morais. Além do mais, estará também protegido dos vigaristas, ou do caçador de pássaros, que tenta montar uma armadilha para roubar seus bens ou sua poupança por meio de negócios fraudulentos. Seu Eu Superior o alertará e despertará para que não caia nas ciladas. O pássaro protege sua cria cobrindo-a com suas asas; os filhotes ficam livres do perigo.

Versículos 5 e 6: “Não temerá o terror noturno, nem a flecha que voa de dia, nem a peste que se espalha nas trevas, nem a destruição que devasta ao meio-dia”:

Você nunca deve ir dormir sem antes penetrar no espírito do perdão para si mesmo e todos os outros. Liberte-os a todos em Deus e deseje-lhes as bênçãos da vida. Faça questão de dormir em paz e despertar com alegria. Seu subconsciente amplifica tudo aquilo que você depositar nele. Contemple as grandes verdades de Deus antes de dormir e repousará em paz e se sentirá descansado e refeito pela manhã. A flecha que voa de dia e a destruição que devasta ao meio-dia se referem aos pensamentos e sugestões negativas que você ouve durante o dia, além das vibrações negativas da mentalidade massificada na qual estamos todos imersos. Se você continuar orando, restará muito pouco espaço em sua mente para estas sugestões negativas da mentalidade preconceituosa que penetram em todos nós. A destruição do meio-dia representa os problemas diurnos, dificuldades e empecilhos de que você tem conhecimento, bem como problemas financeiros ou conflitos emocionais com os outros. Você sabe que invocando a Deus, Sua lei e ordem, obterá resposta, trazendo ao seu ambiente harmonia e paz. O terror noturno e a peste que se espalha nas trevas podem se referir aos conflitos ocultos em seu subconsciente, moléstias iminentes, ou às atividades de pessoas que tentam abalá-lo agindo às ocultas. Você é aconselhado a não temer, porque a sabedoria do mais profundo de sua mente lhe revelará qualquer dificuldade oculta, vinda de qualquer fonte.

Versículos 7 e 8: “Mil cairão do seu lado, e dez mil à sua direita, mas nada o atingirá”:

Isto significa que você pode desenvolver imunidades contra qualquer mal. Você fica inundado de Deus e recebe anticorpos Divinos. A níveis mentais bem elevados, certas pessoas descobriram que não eram tocadas em meio a uma saraivada de balas. Muitos também descobriram a imunidade contra o fogo quando seus aviões se incendiavam e eles não eram atingidos. O fogo queima, mas a níveis de consciência mais elevados não queima. Os milhares de pensamentos negativos que nos bombardeiam a cada dia não podem perturbar ou danificar o homem que caminha com Deus e fala com Deus, e que se dá conta de que, devido à Presença de Deus dentro dele, não pode ser atingido, não pode ser ferido, nem pode sofrer. Deus em você é onipotente, eterno, supremo, e a única realidade. Muita gente imagina o perigo ou os desastres em visões interiores e fantasiosas. Temem a doença, acidentes, velhice, e perdas de todos os tipos. Medo e ansiedade são formas de perversidade. Ressentimento, raiva e má-vontade são estados emocionais que se expressam sob a forma de sofrimento e carência. Veja apenas o que é agradável e as coisas boas de contar. Aquilo que você perceber em espírito e aceitar em sua mente acontecerá na sua experiência, e você será abençoado.

Versículos 9 e 1O: “Porque fez do Senhor o teu refúgio, e do Altíssimo, sua habitação, nenhum mal o atingirá, nem qualquer praga chegará a sua casa”:

Esta é uma promessa muito bela e bem definida. Mostra que você será sempre protegido, dirigido e observado pela magia do amor de Deus. Pensando frequentemente que Deus o ama, guia e dirige, que cuida de você, estará fazendo do Altíssimo sua habitação, porque lembra a si mesmo, constantemente, que o amor de Deus o envolve, encerra e circunda. Portanto, estará sempre imerso na Sagrada Onipresença e nenhuma dificuldade o atingirá. Isto está determinado de maneira clara e definitiva. Resultados, situações e experiências se seguem ao seu pensamento e imaginação normais. Seu estado mental sempre se manifesta na tela do espaço. Habitando as grandes verdades deste versículo, você pode desenvolver imunidades contra qualquer perigo.

Versículo 11 e 12: “Pois Ele encarregará seus anjos de protegê-lo, para guardá-lo em todos os caminhos. Eles o levarão pela mão, para que não tropece nas pedras.”

Estes versículos magníficos toca no coração a melodia de Deus. Conscientize-se do significado destas promessas. Os anjos representam os mensageiros de Deus, impulsos de inspiração que agem dentro de você; ideias espontâneas que trazem luz à sua mente, revelando-lhe a resposta; sopros interiores do Espírito; e advertências internas que o guiam e guardam. Encare os anjos como diretrizes Divinas, que o conduzem em todos os seus encargos, na escolha de sua comida, companhias, meios de expressão, investimentos e todas as outras fases de sua vida. Em outras palavras, você estará salvaguardado em todas as suas jornadas e tarefas.

Versículo 13: “Com os pés esmagará leões e cobras; sim, leões ferozes e cobras venenosas”:

Ao começar a orar e usar este versículo, estará demonstrando sua fé em Deus e atirando seu amor até o Infinito. Enquanto perseverar, o dia nascerá para você e todas as sombras se dissiparão. Na Bíblia, o “nome” de uma coisa significa a sua natureza. A natureza da Inteligência Infinita é a resposta. Ela responde ao seu pensamento. Deus é tudo que existe. Além de ser voltado para a resposta. Deus é todo-poderoso, toda sabedoria, amor ilimitado, harmonia absoluta, paz absoluta, é onisciente e onipresente. “Conhecer” todos estes atributos, potências e qualidades de Deus é colocar-se no Alto, acima de seus problemas, e libertar-se devido à sua compreensão e profunda conscientização. Contemplar a Deus em ação significa harmonia e paz em tudo que o cerca. Você se torna aquilo que contempla; assim todas as suas dificuldades desaparecem.

Versículo 15 e 16: “Quando me invocar, eu lhe responderei; estarei com ele na hora da dificuldade; vou libertá-lo e honrá-lo. Eu lha darei a satisfação de ter uma longa vida, e demonstrarei minha salvação”:

Só a Inteligência Infinita conhece a resposta. Ao se voltar para Aquele Que É Todo Poderoso, Ele se voltará para você. Segundo a lei da relação recíproca, Ele responde conforme a natureza de seu pedido. Você pode ter resposta para todos os problemas, receber diretrizes na hora da perplexidade, obter vitória em todos os desafios, e penetrar no triunfo espiritual. A vida longa prometida é uma vida de felicidade, onde você se liberta, se sente útil e contente. Deus é Vida, e é sua vida agora. Você viverá para sempre. Primeiro ponha Deus em sua vida, e Deus lhe mostrará a estrada da vida, e todos os seus caminhos serão caminhos na alegria, e todas as suas estradas serão estradas de paz.
SHALOM ADONAI!

sexta-feira, 17 de março de 2017

A MARCA DE CAIM!


Gênesis 4.15:17



vamos analisar o texto de Gênesis 4:15-17 onde a bíblia nos conta qual a medida protetiva que foi colocada sobre Caim, após ele ter assassinado seu irmão Abel.

 Nesse texto, Deus protege Caim de qualquer punição além daquela que Ele mesmo ordenou. Se alguém vingasse a morte de Abel, matando Caim, seria punido sete vezes mais. Deus não queria mais mortes e vinganças na Terra. A parte mais intrigante do texto é quando Deus coloca uma marca em Caim para que ninguém o ferisse quando o encontrasse. Que marca era essa? A natureza do sinal em Caim tem sido um assunto de muito debate e especulação. A palavra hebraica traduzida como “sinal” é ‘owth e se refere a uma “marca, sinal ou símbolo”. Em outros lugares nas Escrituras Hebraicas, ‘owth é usado 79 vezes e é mais frequentemente traduzido como “sinal”. Assim, a palavra hebraica não identifica a natureza exata do sinal que Deus colocou em Caim. O que quer que tenha sido, era um sinal/indicador de que Caim não deveria ser morto. Alguns propõem que a marca era uma cicatriz ou algum tipo de tatuagem. Seja qual for o caso, a natureza exata da marca não é o foco da passagem. O foco é que Deus não permitiria que as pessoas se vingassem contra Caim. Qualquer que tenha sido esse sinal, seu propósito foi alcançado.
No passado, muitos acreditavam que o sinal em Caim era uma pele escura – que Deus mudou a cor da pele de Caim para preta a fim de identificá-lo. Já que Caim também recebeu uma maldição, a crença de que a marca era a pele negra levou muitos a acreditar que as pessoas de pele escura eram amaldiçoadas. Muitos usaram esse ensinamento da “marca de Caim” como justificativa para o comércio africano de escravos e a discriminação contra as pessoas de pele negra/escura. Essa interpretação da marca de Caim é completamente antibíblica. Em nenhum lugar da Bíblia hebraica ‘owth é usado para se referir à cor da pele. A maldição sobre Caim em Gênesis capítulo 4 foi no próprio Caim. Nada é dito da maldição de Caim sendo passada aos seus descendentes. Não há absolutamente nenhuma base bíblica para afirmar que os descendentes de Caim tinham a pele escura. Além disso, a menos que uma das esposas dos filhos de Noé fosse descendente de Caim (possível, mas improvável), a linhagem de Caim foi encerrada pelo dilúvio.
Qual foi a marca que Deus colocou em Caim? A Bíblia não diz. O significado desse sinal - que Caim não deveria ser morto - era mais importante do que a natureza do sinal em si. O que quer que tenha sido, não tinha conexão nenhuma com a cor da pele ou uma maldição sobre as gerações descendentes de Caim. Usar esse sinal como desculpa para o racismo ou discriminação é absolutamente antibíblico.
O que podemos dizer é que: (1) a marca de Caim era pessoal e intransferível; (2) a marca de Caim era visível e compreensível; e (3) a marca de Caim era um sinal da misericórdia de Deus.

quinta-feira, 16 de março de 2017

REFLEXÃO SALMOS 23!

O Salmo 23, escrito em uma linguagem poética, traz em seus versos, significados profundos sobre o zelo do Senhor, para com seus servos.
Este texto foi escrito pelo rei Davi, que foi pastor em sua juventude. Davi estava cuidando de suas ovelhas quando o profeta Samuel foi à casa de seu pai Jessé, para ungir um novo rei.
Vamos ver nesta reflexão os pontos mais importantes do Salmo 23, onde a cada versículo, procuramos comentar a principal mensagem que o salmista nos deixou como ensinamentos de verdades espirituais valiosíssimas para os nossos dias. VEJA ABAIXO:


O Senhor é o Meu Pastor...
Isso é Relacionamento!!
------------------
Nada Me Faltará...
Isso é Suprimento!!
-----------------------
Caminhar Me Faz Por Verdes Pastos...
Isto é Descanso!!
-----------------------
Guia - Me Mansamente A Águas Tranquilas...
Isso é Cuidado!!
-----------------------
Refrigera Minha Alma...
Isto é Cura!!
-----------------------
Guia-Me Pelas Veredas Da Justiça...
Isto é Direção!!
-----------------------
Por Amor Do Seu Nome...
Isso é Propósito!!
-----------------------
Ainda Que Eu Andasse Pelo Vale Da Sombra Da Morte...
Isto é Provação!!
-----------------------
Eu Não Temeria Mau Algum...
Isso é Fé!!
-----------------------
Porque Tu Estás Comigo...
Isto é Fidelidade!!
-----------------------
A Tua Vara e o Teu Cajado Me Consolam...
Isso é Esperança!!
-----------------------
Unge a Minha Cabeça Com Óleo...
Isto é Consagração!!
-----------------------
E o Meu Cálice Transborda...
Isso é Abundância!!
-----------------------
Certamente Que a Bondade e a Misericórdia Me Seguirão Todos Os Dias Da Minha Vida...
Isto é Benção!!
-----------------------
E Eu Habitarei Seguro Na Casa Do Senhor...
Isso é Promessa!!
-----------------------
Por Longos Dias...
Isso é Eternidade!!!
----------------------- 


Davi revela aqui “o segredo” do sucesso do seu reinado. Ele foi o chefe do maior reino que Israel já teve. O próprio messias seria conhecido como “o filho de Davi”. Estes versos falam da felicidade daqueles que aceitam a liderança divina em suas vidas.
O salmista era rei, porém se coloca como apenas uma ovelha do rebanho do supremo pastor. É um exemplo de humildade e de submissão à vontade de Deus.
É também uma referência profética futurística que viria a se cumprir centenas de anos depois, em Jesus, que aludindo a este Salmo, o Mestre se declara como o Bom Pastor.    
Mais do que uma promessa terrena e material, estas palavras também é uma profecia do Reino eterno do nosso Senhor Jesus, em cuja presença estaremos para sempre, usufruindo das suas promessas e de suas bençãos, vivendo eternamente com Ele. SHALOM!!!




sexta-feira, 10 de março de 2017

CULTO ESPECIAL NO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

O Culto de Quarta Feira (08/03) foi totalmente dedicado às mulheres.
É nesse dia (08) que se comemora o Dia Internacional da Mulher em diversos países assim como no Brasil.
Com leituras bíblicas, musicas, homenagens e declarações, o Culto esteve voltado para o público feminino inclusive com um Grande Coral formado por todas as mulheres presentes.
Não há dúvida que as mulheres tem seu espaço garantido na sociedade, seja por lei ou por conquistas independentes.
A pergunta que fica é:
"O que estão fazendo com essas conquistas"? Independente da resposta a IGREJA EVANGÉLICA BATISTA deseja a todas as mulheres do Brasil: UM FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER.








terça-feira, 7 de março de 2017

HOMENAGEM AO DIA DA MULHER INTERNACIONAL!

A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela usa, na imagem que ela carrega, ou na maneira que ela penteia os cabelos.
A beleza da mulher tem que ser vista a partir dos seus olhos, porque essa é a porta para o seu coração, o lugar onde o amor reside.
A beleza da mulher não está nas marcas do seu rosto.
Mas a verdadeira beleza numa mulher está refletida na sua alma, está no cuidado que ela amorosamente tem (pelos outros), a paixão que ela demonstra.
E a beleza de uma mulher com o passar dos anos, apenas cresce!
Por isso minha esposa querida, a cada ano que passa eu te amo ainda mais.
Parabéns para você que com muito orgulho chamo de esposa, de Mulher, parabéns pelo seu dia, parabéns pelo Dia Internacional da Mulher!


sábado, 4 de março de 2017

POR QUE DEUS ESCOLHEU A ISRAEL PARA PARA SER O SEU POVO ESCOLHIDO?

Resposta: Falando da nação de Israel, Deuteronômio 7:7-9 nos diz: “Não vos teve o SENHOR afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, mas porque o SENHOR vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o SENHOR vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito. Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos.”

Deus escolheu a nação de Israel para ser o povo através do qual Jesus Cristo iria nascer – o Salvador do pecado e da morte (João 3:16). Deus prometeu o Messias pela primeira vez após a queda de Adão e Eva no pecado (Gênesis capítulo 3). Deus mais tarde confirmou que o Messias viria da linhagem de Abraão, Isaque e Jacó (Gênesis 12:1-3). Jesus Cristo é a razão final pela qual Deus escolheu Israel para ser o Seu povo escolhido. Deus não precisava ter um “povo escolhido”, mas decidiu fazer as coisas dessa forma. Jesus tinha que vir de alguma nação, e Deus escolheu Israel.

No entanto, a razão pela qual Deus escolheu a nação de Israel não foi unicamente para o propósito da vinda do Messias. O desejo de Deus para com Israel era o de que eles ensinassem aos outros sobre Ele. Israel deveria ser uma nação de sacerdotes, profetas e missionários para o mundo. O intento de Deus era que Israel fosse um povo distinto, uma nação de pessoas que guiassem os outros em direção a Deus e a Sua providência prometida do Redentor, Messias e Salvador. Em sua maior parte, Israel falhou nessa tarefa. No entanto, o propósito final de Deus para Israel, o de trazer o Messias e Salvador, foi cumprido perfeitamente – na Pessoa de Jesus Cristo. SHALOM!